Menu

Alunos da Escola Max Tavares D’ Amaral visitam a Câmara de Vereadores

Alunos da Escola Max Tavares D’ Amaral visitam a Câmara de Vereadores

Cerca de 30 alunos do 3° ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica Max Tavares D’ Amaral, localizada no bairro Itoupava Norte, conheceram, na manhã desta terça-feira (12), a Câmara de Vereadores de Blumenau. A equipe da Escola do Legislativo Fritz Müller da Câmara realizou uma visita guiada com os estudantes e depois eles participaram de uma mesa redonda, onde tiveram a oportunidade de conversar com os vereadores Almir Vieira (PP), Professor Gilson de Souza (Patriota), Cristiane Loureiro (Podemos), Carlos Wagner – Alemão (PSL) e Roberto Morauer (PT), que representa o Mandato Coletivo. Essa visita faz parte do Projeto Integrador do Novo Ensino Médio da unidade escolar na área de Ciências Humanas.

 

Os alunos estavam acompanhados das professoras de Geografia e de Sociologia, Ana Carla Zultanski e Dayara da Silva, respectivamente. A professora Ana Clara explicou que a visita faz referência ao Projeto Integrador do Novo Ensino Médio na área de Ciências Humanas, onde é trabalhado em conjunto as disciplinas de Sociologia, de Geografia, de Filosofia e de História, relacionando as instituições políticas e a democracia. Apontou que os estudantes estão estudando as relações de democracia participativa, democracia representativa, o papel do Legislativo e o papel do protagonismo da juventude na política. “Nós explicamos e discutimos com os estudantes em sala de aula sobre o papel da democracia, o que é democracia, o que é ética. Também trabalhamos a história dos partidos políticos, sobre financiamento de campanha, entre outros pontos, com os alunos”, apontou, acrescentando que o próximo passo do projeto foi essa visita pedagógica à Câmara e a conversa com os parlamentares, sendo que o projeto ainda segue por alguns meses ainda. 

 

Na oportunidade, os parlamentares puderam se apresentar, falaram os motivos de se candidatarem, falaram sobre o trabalho parlamentar, as funções do vereador, suas principais propostas, como se posicionam em relação a alguns temas e também se colocaram à disposição dos estudantes para ouvir sugestões e ideias para os mandatos. Ao final, os alunos fizeram perguntas e tiraram dúvidas. Também questionaram os vereadores sobre os projetos em prol da região Norte da cidade, onde a escola está situada.

 

A professora Dayara destacou o quanto é importante esse contato prático com a Câmara Legislativa. Apontou que é fundamental os estudantes perceberem que a cidade é dinâmica e falou da importância de uma participação representativa. “Isso demonstra que não é importante só ir lá votar, mas sim acompanhar essas instituições, que estão abertas ao público, participar das discussões da Câmara, conversar com os vereadores, ir pessoalmente até a Câmera. Os alunos mesmo poderão apresentar projetos enquanto cidadãos. É essa a dinâmica que vai construir uma democracia representativa muito mais efetiva para a cidade, não só através do voto, mas com o cidadão participando e acompanhando todos os dias a política”, ressaltou.

 

A vereadora Cristiane Loureiro apontou que o objetivo é aproximar a comunidade da Câmara de Vereadores. “Eles podem e devem participar ativamente.  A partir dos 16 anos já estão entrando na política e precisam ter conhecimento de como funciona, precisam se sentir parte do processo e isso vai levar a um maior engajamento deles, inclusive para entender qual é o papel da política”, ressaltou.

 

O parlamentar Almir Vieira expressou que esta visita demonstra o interesse dos alunos  e dos jovens pela política. “Precisamos cada vez mais trazer os jovens para perto da política, porque no futuro estarão à frente da família, do comércio, da indústria e também da política da cidade e, assim, já terão um embasamento e conhecimento político. Essa é uma excelente oportunidade de começar a fazer isso”, apontou.

 

O vereador Professor Gilson ressaltou a importância do contato dos estudantes com a Casa Legislativa e com os vereadores. “Os jovens precisam e devem conhecer e participar da política, precisam entender como funciona a democracia, como funciona a representatividade na Câmara de Vereadores, inclusive dando sugestões de projetos de leis ou fazendo cobranças de melhorias para a cidade”, assinalou.

 

Cleide Terezinha de Oliveira, vereadora integrante do Mandato Coletivo, apontou que é fundamental esse contato dos adolescentes com a Casa Legislativa. Disse que percebe que a juventude vem se distanciando das questões da política e do Legislativo. Também apontou que muitos desses estudantes ainda não têm o título de eleitor. “Por isso da importância dessa oportunidade de colocar para os alunos que eles têm o direito de opinar, de encaminhar projetos para a Câmara. É fundamental essa abertura da Casa para que essa juventude perceba que o Legislativo não é algo distante dela, que a política não é algo que ela não deveria se envolver, pelo contrário, é importante que ela se envolva, participe. Quem sabe no futuro essa juventude, inclusive, se coloque à disposição também para ocupar uma cadeira no Legislativo”.

 

O vereador Carlos Wagner – Alemão apontou que é muito importante essa juventude se envolver mais com a política e compreender o papel do Poder Legislativo. Lamentou que desse grupo menos de 2% tenha o título de eleitor, mas falou da sua alegria em ver o interesse deles de vir até a Câmara e conversar com os vereadores. “É importante o envolvimento desde cedo, eles, com 16 e 17 anos, precisam se envolver cada vez mais, até para trazer as demandas. Eles são o futuro da sociedade”, apontou.

 

A estudante Daryellen de Souza Paes, de 17 anos, apontou que foi convidada pela escola a participar do projeto e disse que não conhecia a Câmara e os vereadores. Assinalou que foi uma oportunidade única de conhecer o funcionamento da Casa Legislativa. “Nesta visita tivemos uma ampla visão e mais conhecimento de quem são os vereadores,  que são eles que fazem as leis, fazem as coisas acontecerem e fiscalizam e cobram do Executivo as demandas nas escolas, nos postos de saúde e nas regiões em si”, salientou, acrescentando que vai poder contribuir com os vereadores, levando as demandas a fim de buscar soluções, pois ao estar no dia a dia do educandário e da comunidade conhece os problemas e as demandas mais de perto.

 

A aluna Michelle Albring, de 18 anos, avaliou que foi importantíssimo conhecer como funciona a estrutura da política do município e como funciona a Câmara de Vereadores. “Eu, assim como meus colegas de sala, não sabíamos como funcionava o Poder Legislativo municipal, nem qual era a função de um vereador. Com a visita, acabamos tendo uma visão ampla de todos os lados e também foi uma forma de conscientização maior a respeito de certos aspectos políticos. Também passamos a saber que podemos dar sugestões para melhorar a nossa comunidade e acho importante as pessoas se envolverem nesse processo”.

 

A coordenadora pedagógica da Escola do Legislativo Fritz Müller, Zilda Rodrigues Roecker, assinalou que é notável que os jovens estão cada vez mais se interessando pela política, com o acesso mais facilitado através da comunicação na internet. “Estão oxigenando com mudanças positivas e significativas o cenário político do Brasil, trazendo para as discussões temas que eram considerados tabus por falta de informação, sendo compartilhadas com um número maior de ideias”, salientou.

 

Veja Também

A foto destacada nesta matéria

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB  |  Foto: Escola do Legislativo

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content