Menu

Frente Parlamentar apresenta demandas para secretarias municipais e busca resolver impacto causado pelas obras viárias da cidade

Frente Parlamentar apresenta demandas para secretarias municipais e busca resolver impacto causado pelas obras viárias da cidade

A Frente Parlamentar em defesa de políticas públicas de mobilidade urbana de Blumenau se reuniu, extraordinariamente, nesta terça-feira (8), para levar aos representantes das secretarias municipais de Trânsito e Transportes, Planejamento Urbano e Obras algumas demandas antigas de circulação e segurança apontadas pela comunidade em consequência de duas obras viárias da cidade, a duplicação da Rua Humberto de Campos, que já foi entregue, e as obras da República Argentina, que ainda estão em andamento. Estiveram presentes os vereadores Jens Mantau (PSDB), Alexandre Caminha (PP) e Professor Gilson (PSD), além do secretário municipal de Trânsito e Transportes, Marcelo Schrubbe; o Diretor de Transportes, Lairto Leite; o diretor de Mobilidade Urbana da Secretaria municipal de Planejamento Urbano, Julian Plautz e demais técnicos desta secretaria e da secretaria municipal de Obras.

O vereador Professor Gilson lembrou que em uma reunião da Frente em que foram expostas as demandas, as duas obras viárias estavam em andamento, pois na época as obras da duplicação da Humberto de Campos ainda estavam em fase de implantação dos últimos detalhes da sinalização. “A falta de sinalização trazia insegurança aos pedestres e ciclistas e também muitos transtornos nas ruas adjacentes. Hoje a situação já vem melhorando em relação à fluidez. Mas o pedido ainda continua para as ruas adjacentes à Rua República Argentina que recebem um grande fluxo de veículos em alta velocidade e a comunidade vem solicitando por mecanismos que garantam mais segurança para a circulação nas vias”, explicou. Na reunião de hoje, inclusive, os vereadores mostraram imagens colhidas na época para mostrar a situação.

O diretor de Mobilidade Urbana da Secretaria municipal de Planejamento Urbano, Julian Plautz, esclareceu que, em relação a Humberto de Campos, houve melhora na fluidez depois do sincronismo dos semáforos e implantação de toda sinalização horizontal e vertical, inclusive para pedestres e ciclistas com a implantação da ciclovia. “O trânsito local está se adequando a essas novas vias e com isso vai trazendo uma melhor fluidez. Esta adequação é gradativa, o motorista vai se acostumando e vendo as outras alternativas de acesso ao Centro e o retorno”, apontou, acrescentando que exceto a Rua Itapiranga, as demais estão em mão única e a secretaria vem analisando alternativas de circulação das transversais na região e também vem monitorando a situação da Rua Humberto de Campos.

Em relação às obras da Rua República Argentina, o diretor assinalou que está em fase das desapropriações e os imóveis estão sendo retirados para finalizar o alargamento da rua e, com isso, as obras poderão dar continuidade para terminar o alargamento, a camada asfáltica e implantar toda a sinalização viária do local. “Entendemos que é necessária a compreensão da população. Com a implantação de todo o sistema vai melhorar a fluidez e também a segurança. Depois de todo o sistema implantado, a secretaria analisa o que poderá melhorar nas transversais, observando o comportamento dos motoristas”, assinalou.

Durante a reunião, ainda, secretário municipal de Trânsito e Transportes, Marcelo Schrubbe, falou sobre os abrigos de ônibus na cidade. Informou que mais de 100 abrigos foram instalados no município e uma licitação para mais 100 novos abrigos está em andamento. Também está sendo feita uma licitação da secretaria de Trânsito e Transportes a respeito da manutenção dos abrigos antigos e da manutenção dos abrigos novos. “A intenção da secretaria é cobrir alguns pontos que hoje estão descobertos. Nós inclusive temos indicações dos vereadores para colocação de abrigos em pontos que não têm e estamos atuando nas situações mais urgentes. Sabemos como é difícil esperar pelo transporte sem abrigo. Estamos fazendo um levantamento de cerca de 400 pontos que ainda precisam ser colocados, mas estamos estudando caso a caso, porque existem situações onde é final de linha e não há necessidade de colocação”, apontou, acrescentando que esses processos estão sendo feitos por conta da extinção da URB, que era a pasta que prestava o serviço de manutenção e outros. O secretário apontou que existe a previsão de que em dezembro, provavelmente, já possa ser feito serviço de manutenção.

Marcelo Schrubbe observou que os vereadores recebem diariamente diversas demandas da comunidade e que são levadas para a secretaria. Assinalou que todas são levadas em consideração e a secretaria vai a campo para analisar tecnicamente se é viável ou não e se tem como executar, sempre observando os benefícios para os moradores e para a fluidez do trânsito. “Uma reunião assim é sempre saudável, pois juntos nós conseguimos tomar uma decisão e executar ou esclarecer o porquê da não possibilidade de execução, justificando tecnicamente para também levar para a comunidade as informações”.

 

Veja Também!

A playlist completa no canal do youtube para acompanhar os encaminhamentos que foram adotados

Galeria de Fotos do Instagram

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB
Fotos: Imprensa CMB

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content