Menu

Representante ACBB ocupa a tribuna para falar sobre o projeto ‘Sentindo Histórias: da literatura à inclusão’

Representante ACBB ocupa a tribuna para falar sobre o projeto ‘Sentindo Histórias: da literatura à inclusão’

Luana Tillmann, representante da Sociedade Cultural Amigos do Centro Braille de Blumenau – ACBB, ocupou a tribuna na sessão desta quinta-feira (17) para falar sobre o projeto “Sentindo Histórias: da literatura à inclusão”.

 

Disse que o projeto é realizado pela ACBB há três anos de forma voluntária com o objetivo de levar contação de histórias para escolas da rede municipal de Blumenau de uma forma diferente. “Não apenas contamos a história. Mas oferecemos uma forma sensorial de as crianças fruírem esta contação de história”.  

 

Relatou que no ato da contação, a ledora faz a leitura de um livro impresso em braile e os personagens são interpretados por outras duas oficineiras da ACBB. Ao longo da contação de história, são trabalhados os sentidos que são remanescentes à visão porque as crianças espectadoras estão com os olhos vendados. “Elas vão ouvindo a história contada, explorando tatilmente as personagens da história e experenciando outras sensações com outros elementos, como o café, a jabuticaba, sons ambientes, etc.”.

 

Lembrou que a organização tem o objetivo de levar da literatura à inclusão nas escolas, oferecer inclusão social e demonstrar que é possível ter o estímulo dos demais sentidos além da visão, pois não é apenas por meio da visão que as pessoas recebem informação. “Mesmo pessoas que enxergam também podem receber informações por meio dos outros sentidos como audição, tato, olfato e paladar. Quanto mais estimular essa perspectiva de didática multissensorial, mais estaremos indo ao encontro de uma educação verdadeiramente inclusiva”.

 

Assinalou que em 2019 a ACBB foi contemplada pela Secretaria Municipal de Cultura através do Prêmio Herbert Holetz. “Naquele ano conseguimos contemplar oito escolas rede municipal com diferentes sessões. Em 2020 ampliamos o projeto e iniciamos uma nova frente de trabalho, a de oferecer formação continuada aos professores da rede municipal. Mas em seguida veio a pandemia e tivemos que suspender as atividades”.

 

Anunciou a ACBB está reiniciando em 2022 as atividades do projeto, que será executado no primeiro semestre. “Estamos em um processo de reestruturação por medidas de segurança ainda necessárias. Não iremos às escolas nem as crianças irão tocar os objetos. Estamos em um movimento de transformar essa ideia em um documentário por meio de vídeo, que chegará às 16 escolas com toda a acessibilidade: Libras e audiodescrição”, enfatizou.

 

Veja Também

O álbum de fotos da Sessão Ordinária

A playlist completa no canal do YouTube para assistir as manifestações realizadas durante o momento da Tribuna Livre na Câmara

 

Galeria de Fotos do Instagram

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB | Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content