Menu

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 05/05

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 05/05

O vereador Professor Gilson (Patriota), ao falar da enchente que atingiu a cidade esta semana, elogiou o trabalho rápido da Prefeitura de Blumenau na publicação de informações à comunidade, especialmente através do sistema AlertaBlu e Defesa Civil, mostrando dados confiáveis e evitando as “fakenews”. O vereador observou que muitas pessoas reclamaram de problemas no site do AlertaBlu, o que ocorreu devido ao grande número de acessos. Ele elogiou também o trabalho da Celesc no pronto atendimento durante a queda de árvores e pediu ao Executivo que as equipes continuem em ação pelo menos até o próximo sábado para dar conta de toda demanda existente. Professor Gilson também reclamou dos problemas causados por goteiras em alguns estabelecimentos de ensino da cidade, citando as escolas Felipe Schmidt e Machado de Assis como exemplo. Também cobrou mais agilidade da Secretaria de Educação na conclusão das obras de reforma de alguns CEIs, como Anton Max Artur Sprang e Walter Rosemann, que apresentam infiltração. O vereador mostrou insatisfação com o jogo de empurra entre as secretarias de educação e de obras, quando são cobradas a respeito do assunto. Disse que existem emendas de deputados estaduais destinadas exatamente a este fim.

 

O vereador Bruno Cunha (Cidadania), parabenizou os profissionais da enfermagem pela passagem do seu dia, observando que a deputada federal Carmem Zanotto foi decisiva na aprovação do projeto que trata do piso salarial da categoria, o que deve ser considerada uma vitória histórica. O vereador destacou que estes profissionais foram decisivos na última pandemia. Também lamentou que alguns parlamentares votaram contra e disse que espera que o projeto seja sancionado pelo presidente da República. Em outro ponto, Bruno relatou que pretende ver implantado em Blumenau projeto já adotado em Curitiba, que prevê o acompanhamento integral de alunos com problemas de dislexia, e que foi ampliado durante a pandemia. Para tanto, disse que manteve contatos com as secretarias de educação e saúde. O vereador também pediu maior divulgação do trabalho oferecido pela Central de Intérprete no acompanhamento de pessoas com deficiência auditiva em perícias do INSS. Segundo ele, o trabalho já está sendo implementado na cidade, mas muitas pessoas desconhecem. Por fim, registrou entusiasmo com o aplicativo “Passaporte Explorador”, que fortalece o turismo no Vale do Itajaí, voltado à divulgação de pontos turísticos e trilhas.

 

O vereador Ailton de Souza – Ito, (PL), ao dizer que normalmente professores se aposentam e são esquecidos, elogiou a Escola Heriberto Joseph Muller pela homenagem prestada à sogra dele, que atuou como merendeira no estabelecimento por longos anos. Para Ito, por mais simples que seja a homenagem, é importante valorizar o servidor. O vereador anunciou a realização de baile na Abecelesc, pelo Esporte Clube Bandeirante, para arrecadar recursos para reforma e recuperação da Escolinha de Futebol, seriamente atingida pela enchente desta semana na rua 1º de Janeiro. Também registrou apresentação do elenco e comissão técnica do BEC, antevendo grandes dificuldades, mas esperando que consiga trazer alegria para os torcedores e que possa subir de divisão. Em outro momento, pediu a manutenção urgente no acesso ao Colégio Friedrich Karl Kemmelmeir, para garantir a segurança dos estudantes e registrou a abertura da licitação para execução de obras de melhoria da drenagem pluvial e pavimentação asfáltica da rua Paulo Zingel. A obra faz parte do Plano 1000, do governo no estado. Ao final, fez homenagem às mães pelo Dia das Mães, a ser comemorado no próximo domingo.

 

O vereador Elson Schutz (PP) disse que prestigiou os jogos de futebol das equipes mirins que disputam a 4ª rodada da 5ª Copa Pomerode de Futebol, na categoria entre 10 e 16 anos, que aconteceu no último sábado, na Associação São Bernardo em Blumenau. Disse que são seis cidades que estão participando do evento e que Blumenau participa com três equipes. Afirmou que chamou a atenção a grande participação e apoio dos pais e familiares ao esporte e aos filhos e netos que praticam a atividade. Comentou sobre as chuvas que assustaram os moradores e explicou que conversou com o secretário Menestrina para passar as informações para as comunidades da região Fortaleza e da Itoupava Norte, que solicitaram ajuda a ele. Disse que todas as informações repassadas pelo secretário conferiram e que o dique da Fortaleza funcionou. Comentou que na semana passada, antes das chuvas, encaminhou um requerimento solicitando a limpeza de bocas de lobo e do ribeirão Fortaleza. Mas disse que é importante a limpeza de todos os ribeirões da cidade.

 

O vereador Roberto Morauer (PT), que representa o mandato coletivo, comentou que esteve na inauguração de uma nova esteira na Cooperativa de Reciclagem Reciblu. Disse que conversando com os cooperados percebeu ainda mais a importância da organização e do cooperativismo, espacialmente diante da retirada de direitos dos trabalhadores, com o aval do Governo Federal. Disse que ficou impressionado pela forma errônea como chegam os materiais recicláveis, sem a devida separação do lixo orgânico em muitas embalagens. Fez um apelo à comunidade para a separação correta e conclamou o legislativo para discutir um plano efetivo e continuado de educação ambiental. Destacou a instalação da ONG Mães pela Diversidade em Blumenau, que reúne mães e pais de pessoas LGBTQI+. Convidou os vereadores e a comunidade a participarem de um pic-nic para uma roda de conversa com o grupo de mães, no sábado (7), a partir das 14h, no Parque Ramiro Ruediger. Assinalou que o objetivo da ONG é defender os filhos, acolher as pessoas e as famílias, combater o preconceito e fake news sobre a diversidade. Afirmou que o Brasil é o 13º país que mais mata pessoas LGBTQI+. Comentou sobre o requerimento que encaminhou ao Executivo questionando sobre as horas-atividades dos educadores.

 

O vereador Carlos Wagner – Alemão (União Brasil) disse que esteve em Florianópolis, dia 29 de abril, para levar diversas reivindicações diretamente a alguns secretários. Falou sobre os pedidos de recursos para os diques de contenção da cidade. Também falou sobre a barragem Norte, em José Boiteux, que representa cinco vezes mais do que a de Ituporanga. Disse que os recursos do Estado estão disponíveis para a Barragem Norte, mas que a interferência depende do Governo Federal, porque ela está localizada em uma área de reserva indígena. Sobre os diques de Blumenau disse que conhece todos eles e acompanhou a construção de cada um. Esclareceu que para os diques funcionarem é preciso que as bocas de lobo, canais, aterros e outros equipamentos estejam limpos. Mostrou um vídeo de uma equipe de voluntários, funcionários da sua empresa Alumetal e de outras, que colaboraram para o funcionamento das bombas do Dique do Vorstadt (Rua Antônio Treis). Disse que mais de 200 famílias se livraram da enchente. Em seguida criticou que fizeram a troca do cadeado do local e não deu a ele uma chave, apesar de todo o envolvimento e trabalho que vem realizando naquele dique para o seu funcionamento. Em um desabafo disse que está sendo maltratado, porque não é amigo de alguns, e que só quer o bem da cidade.

 

O vereador Marcos da Rosa (União Brasil) falou sobre o projeto de lei de autoria dele, que entrou na Câmara nesta quinta-feira (5), e que estabelece o sexo biológico como único critério para definição de gênero em competidores de partidas oficiais no âmbito do município. No artigo primeiro o projeto veda a participação de transexuais que correspondam ao sexo oposto ao de nascimento. Assinalou que qualquer livro de ciência ou biologia, ou rápida pesquisa na internet, vão mostrar que as diferenças entre os sexos nos esportes são muitas. Citou a força e a resistência como exemplos e afirmou que os homens têm muito mais em relação às mulheres. Disse que o objetivo da proposta é evitar injustiças e garantir a equidade. Afirmou que não quer ver um marmanjo de cabelos compridos se passando por uma mulher numa competição em que compete a sua filha ou outra menina.

 

A vereadora Giselle Chirolli (Podemos) falou sobre o evento “Café com o Sebrae”, que participou com autoridades municipais e que aconteceu nesta quinta-feira (5). Destacou que a realização foi das secretarias de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Empreendedorismo (Sedec) e de Desenvolvimento Social, em conjunto com o Sebrae, e que engloba o projeto Cidade Empreendedora. Ressaltou que a proposta era trazer informações sobre como empreender de forma simples no município, além de incentivar a formalização e inovação de pequenos negócios. Afirmou que ela é uma empreendedora social e sabe da importância de projetos desta natureza que incentivas as pessoas a acreditarem no sonho de empreender. Destacou também a reunião que teve com a comunidade do Salto do Norte, bairro em que nasceu e foi criada. Disse que foi ouvir as demandas e que algumas já estão sendo resolvidas. Agradeceu a Prefeitura pela agilidade e a comunidade pela receptividade. Comentou a reunião que teve na tarde de quarta-feira (4) com o secretário de Saúde, Marcelo Lanzarin e equipe, para discutir e trabalhar mais a saúde das pessoas com deficiência. Destacou que ela e a secretária de Educação, Patricia Lueders, farão a abertura do 1º Seminário Paradesportivo de Blumenau, realizado pelo Comitê Paradesportivo Brasileiro, com o objetivo de capacitar os professores de educação física. Parabenizou a categoria da enfermagem pela aprovação do piso nacional. Convidou a comunidade a participar do evento da ONG “Mães pela Diversidade” de Blumenau, sábado (7), no Parque Ramiro Ruediger.

 

A vereadora Silmara Miguel (PSD) falou da exposição com o tema “Violência contra a mulher e a criança”, que está sendo realizada no Salão Nobre da Câmara. Disse que as imagens chocam, mas que é a dura realidade que temos visto em nosso país. Disse que a autora, Mirian Arceno Rocha, é engajada contra a violência e o abuso infantil. Disse que entre as principais bandeiras que defende é a vida como uma dádiva de Deus. Disse que o aborto é considerado crime no Brasil e assinalou que a ciência comprova que todos os órgãos começam a funcionar após 12 semanas de gestação. Pediu apoio ao Projeto de lei de sua autoria, denominado “Entrega Legal”, que estabelece a afixação de placas para informar as gestantes que não é crime e é totalmente sigilosa a entrega dos seus filhos nos hospitais para adoção. Ressaltou que por desconhecimento disso, muitas mães acabam abandonando seus filhos e largando os bebês na rua, em caixas, em latões de lixo. Disse que a entrega legal pode tornar realidade o sonho de ser mãe de muitas mulheres que nunca terão um filho da barriga. Assegurou que o projeto resolve o problema do aborto e vai melhorar a fila imensa de mães que desejam tanto adotar.

 

A vereadora Cristiane Loureiro (Podemos) parabenizou a categoria da enfermagem pela conquista do piso nacional e disse que é um merecido reconhecimento e valorização da profissão. Fez um esclarecimento sobre o alagamento do Parque das Itoupavas, que recebeu críticas por ter sido construído num local alagável e que isso era sabido por parte da Prefeitura, que mesmo assim fez a obra naquela área. Ela mostrou imagens e explicou que essa medida de planejar parques em áreas baixas e inundáveis é uma tendência internacional, adotada em países desenvolvidos.  Disse que a limpeza do local é facilitada por ser um parque, e seria diferente se ali tivesse outra estrutura, como uma unidade de saúde ou escola, por exemplo. Explicou que a iniciativa de construir parques em áreas alagáveis, difundida em todo mundo, é chamada de cidade esponja. Mostrou fotos de exemplos na Europa, América, China e lembrou que a metade do território plano de Blumenau é alagável. Agradeceu as mensagens e cumprimentos que recebeu pelo seu aniversário, no último domingo (1).

 

O vereador Maurício Goll (PSDB) convidou a comunidade para a assinatura de duas ordens de serviço, no sábado às 10h, no final da Rua Francisco Benigno. Disse que uma das ordens de serviço será para a pavimentação da Rua Francisco Benigno e a outra será para os trabalhos de contenção de acesso à Rua Helmuth Goll. Falou do seu envolvimento para captar os recursos para a Rua Francisco Benigno. Disse que foram liberados por emenda parlamentar do ex-senador Dalírio Beber. Destacou que convidou os moradores e lideranças da comunidade de Gaspar Alto, que também vão ser beneficiados com a obra. Apontou que um projeto de lei aprovado na Câmara determina o prolongamento da Rua Francisco Benigno. Agradeceu o ex-senador Dalírio Beber e ao governo municipal. Lembrou também que já foram definidas as duas empresas que se responsabilizarão pelas obras. Comentou a entrega do novo equipamento para a Reciblu, que muito ajudará a triagem do lixo reciclável e facilitará o trabalho dos cooperados. Também criticou o lixo que não é separado de forma correta pelas pessoas, gerando dificuldade para os trabalhadores no processo da triagem, pois muitos materiais vêm com restos de alimentos.

 

O vereador Egídio Beckhauser (Republicanos), presidente da Câmara, disse que acompanhou a votação do piso nacional da enfermagem pela TV Câmara e que festejou a conquista da categoria. Disse que foi uma grande vitória e que a Câmara de Blumenau encaminhou várias moções pedindo apoio àquela lei.  Disse que de Santa Catarina apenas um deputado não votou a favor. Assinalou que a categoria da enfermagem é de profissionais que trabalham cuidando de vidas com carinho e atenção e que isso se evidenciou muito mais com a vinda da Covid. Afirmou que certamente cada um de nós conhece alguém que esteve sob os cuidados desses profissionais. Comentou sobre a municipalização do Sesi e parabenizou o Executivo por estar trazendo aquela estrutura para o Município. Disse que Blumenau tem dois clubes de futebol na segunda divisão, sendo que um treina em Indaial e outro em Ibirama. Disse que outras modalidades esportivas também precisam da estrutura do Sesi. Afirmou que o esporte é importante e que Blumenau agradece. Convidou a comunidade a acompanhar o jogo da semifinal da Liga de Basquete entre Blumenau e Sorocaba, nesta quinta à noite, no Galegão.

 

O vereador Jovino Cardoso (SD), líder do Governo, fez um alerta para o que chamou de “projetos oportunistas” que estão começando a tramitar na Casa legislativa. Disse que são propostas que colocam os vereadores numa situação difícil porque muitos são inconstitucionais. Disse que é importante ter cautela para não expor a Casa e criar certas polêmicas. Falou sobre a situação da Barragem de Ituporanga. Disse que informações que obteve através da imprensa eram de que as comportas estavam abertas. Apontou que o nível do rio em Blumenau chegou a quase 10 metros e que algo está errado. Assinalou que é necessário fazer a união dos municípios do Vale do Itajaí ou do Médio Vale para rever essa situação das barragens. Garantiu que vai levar o pedido do vereador Alemão sobre o fechamento do Dique do Vorstadt, impedindo o acesso do parlamentar, ao secretário Carlos Menestrina, da Defesa Civil.  Encerrou seu pronunciamento fazendo uma homenagem à sua mãe, lembrando que ela teve 10 filhos e que trabalhou muito em dois empregos para dar conforto a todos.

 

Veja Também

O vídeo completo da sessão

A galeria de fotos da sessão

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB | Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content