Menu

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 10/05

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 10/05

O vereador Bruno Cunha (Cidadania) mostrou imagens do mutirão de castração de animais promovido pelo Instituto Bem Animal, quando foi entregue moção de louvor à presidente Neura Ney. Disse que nos últimos cinco anos o movimento conseguiu castrar mais de 5 mil animais em Blumenau e 10 mil na região. Ele lembrou a luta desenvolvida na Câmara Municipal, observando que existe grande demanda em todo município. O vereador também comentou publicação de um portal de notícias sobre um convite que recebeu do governo municipal para participar da administração, que continha um comentário do jornalista sobre a possibilidade de Bruno viabilizar uma possível disputa na majoritária. Afirmou que a notícia acabou provocando comentários preconceituosos sobre sua pessoa nas redes sociais. Ele agradeceu o acolhimento recebido e mensagens de solidariedade, frisando que que nunca conseguiu nada devido à sua condição humana, mas sempre lutou muito para ser advogado, professor, empreendedor e vereador com quase 5 mil votos conquistados. Segundo Bruno Cunha, ninguém deve estar ou deixar de estar em qualquer lugar pela sua sexualidade. Disse que é um democrata convicto, discute ideias, mas não sexualidade. Ressaltou que é inconcebível que em pleno século XXI pessoas estejam preocupadas com a sexualidade dos outros. Falou da necessidade de entender que a natureza humana é plural, e desejar que as pessoas sejam felizes como são. O parlamentar frisou que é uma pessoa pacífica mas se não tomasse uma medida seria conivente com aqueles que diariamente são vítimas de preconceito e não têm os meios que ele dispõe para se defender. Além disso considerou inaceitável que alguém não possa ocupar um espaço pela sua condição sexual. Anunciou ter tomado as medidas penais e cíveis cabíveis, e qualquer valor obtido será doado para projetos sociais que combatam o preconceito de gênero. Por fim, disse ter participado de evento “Mães pela diversidade”, realizado no Parque Ramiro Ruediger, e mostrou foto abraçado à mãe, agradecendo pelo amor e carinho que sempre recebeu.

 

O vereador Professor Gilson (Patriota) se reuniu com o Secretário Alexandre Matias, do Desenvolvimento Social, levando reivindicação de professores para que haja atendimento psicológico a escolares que apresentam abalo emocional pós pandemia. Ele sugeriu a adoção de medidas para garantir o serviço a quem necessita, o que aliviaria a carga de trabalho dos professores em sala de aula e ajudaria muitas crianças a superar os problemas. Professor Gilson observou que o Secretário está mantendo contatos com a pasta da Saúde. O vereador também realizou visita ao CIAD – Centro Integrado de Armazenagem e Distribuição, que faz a triagem do material encaminhado aos postos de saúde e escolas de Blumenau, salientando que o local precisa ser modernizado. Ele sugeriu aos colegas que visitem o local para conhecer a complexidade do centro, oferecendo sugestões para melhorar o funcionamento. Já em visita a escolas e CEIs, o parlamentar constatou estruturas precárias e até mesmo a falta de regularização de alguns imóveis, o que inviabiliza o recebimento de recursos federais. Citou como exemplo o CEI Paulo Freire e a Escola Patricia Helena Pegorim, sugerindo que a Prefeitura organize uma força tarefa para realizar o trabalho de regularização. 

 

O vereador Mauricio Goll (PSDB) destacou assinatura da ordem de serviço para a pavimentação do final da rua Francisco Benigno, um acesso importante não só para os moradores da região, mas também de Gaspar, Gaspar Alto, Brusque e Guabiruba. Conforme Goll, muitas pessoas não acreditavam que poderia se concretizar, mas está acontecendo graças à emenda do ex-senador Dalírio Beber, já afastado há quatro anos. A prefeitura terá papel importante na obra, com uma contrapartida de quase R$ 400 mil. No mesmo dia também foi assinada a ordem de serviço para as obras de contenção da rua Helmuth Goll, com recursos da Defesa Civil Nacional. Em outro momento, Mauricio Goll disse ter participado de almoço com o Grupo Unidos da Melhor Idade na Associação e Moradores da rua Santa Terezinha, onde entregou moção de congratulações pelo 15º aniversário de sua criação. Ele também entregou a premiação aos vencedores de campeonato interno do grupo e cumprimentou as coordenadoras pelo trabalho desenvolvido. Destacou ainda o entusiasmo do Sr. Bruno Reichert, de 96 anos, que participa do grupo.

 

O vereador Ailton de Souza – Ito (PL), disse ter sido cobrado por um morador da Rua 1º de Janeiro por não elogiar o trabalho feito pelos servidores, diretores e gerentes municipais no atendimento de solicitações. Para Ito, talvez o cidadão não acompanha as sessões do Legislativo, pois da mesma forma que cobra, também faz questão de registrar o trabalho realizado. Além do que, muitas vezes, a própria comunidade ignora o trabalho do vereador, mesmo após ver o pleito concretizado. Em seguida, comunicou a realização de roçada da rotatória da Rua 1º de Janeiro pela prefeitura, melhorando a visibilidade dos motoristas. Também enalteceu a operação tapa buraco na Rua Dr. Pedro Zimmermann, realizada pelo governo do estado, um pedido antigo da comunidade. O vereador voltou a pedir a implantação de calçadas na rua Jacob Ineichen – altura do número 3.094, situação que oferece sérios riscos aos transeuntes e grande preocupação aos pais de escolares. Para Ito, é preciso encontrar uma forma de realizar a obra antes que aconteça uma desgraça. O vereador também pediu apoio para a jovem Maria Eduarda Farias, para representar Santa Catarina no Concurso Miss Brasil Juvenil, no Mato Grosso do Sul. Ela é natural de Blumenau e não dispõe de recursos para custear a viagem.

 

O vereador Elson Schutz (Progressistas) comentou sobre a visita que fez à Escola Adelade Starke, na Itoupava Norte. Destacou que é uma escola referência no município e disse que a direção lhe apresentou duas demandas. Uma delas é a instalação de uma faixa elevada e a outra é a mudança de duas outras faixas de pedestres. Disse que esteve na última sexta-feira (6) no jantar em homenagem ao Dia das Mães no Clube Amigos de Blumenau, fundado há 25 anos. Ressaltou que a entidade não é formada apenas por uma patota que joga futebol, mas por pessoas que trabalham ao lado das famílias. Disse que sente uma grande honra pelo aniversário de 25 anos da Uniblam. Lembrou dos diversos presidentes e diretores que começaram e deram continuidade à gestão da entidade. Fez um agradecimento especial a todos os presidentes e aos membros da diretoria das 93 associações filiadas à Uniblam, destacando o trabalho voluntário de todos.

 

O vereador Roberto Morauer (PT), que representa o mandato coletivo, retomou o tema do que chamou de dívida histórica com os povos indígenas. Ressaltou que recentemente o mandato teve um encontro com xoklengs e kaigangs e fez um breve histórico da origem desses grupos, que outrora também ocupavam as terras blumenauenses. Disse que os índios nunca deixaram de vir a Blumenau e sempre foram expulsos da cidade, mas seguem sua luta pela sobrevivência. Assinalou que o mandato coletivo sente que é necessário e urgente debater a situação desses povos e propõe a criação de uma comissão para discutir políticas públicas para as populações indígenas. Explicou que não se trata de diferenciar a população indígena, mas de reparar os erros e criar possibilidades de vida onde os antepassados desses povos viviam antigamente. Comentou sobre o coletivo “Mães pela diversidade” e enfatizou que é um grupo que pretende acolher as vítimas dos preconceitos, com as famílias. Comentou também sobre o trabalho dos agentes comunitários de Saúde. Disse que esses profissionais são cada vez mais necessários, especialmente em situações como a pandemia e o surto de dengue. Afirmou que os agentes comunitários de saúde são os que adentram as casas para orientar as famílias e detectar precocemente as situações e estão constantemente em risco. Disse que na próxima sessão vai propor uma indicação ao Executivo para que agilize o envio à Câmara do Projeto de Lei que regulamenta piso salarial, a insalubridade e a aposentadoria especial dessa categoria, conforme compromisso já assumido pelo Executivo com o sindicato.

 

O vereador Sylvio Zimmermann (PSDB) apontou que Blumenau se destacou nacionalmente na geração de empregos. Disse que além da Praça do Empreendedor ter registrado 2 mil novas atividades econômicas só neste ano, o Caged do último mês registrou que Blumenau é 12ª cidade do país que mais gera empregos. Ressaltou que isso demonstra a força empreendedora do município, que gerou mais de 5 mil empregos em 2022. Afirmou que Blumenau difere de grande parte das economias do Brasil de forma positiva. Também comentou que a Sedec, em parceria como Sebrae, está criando o place branding para a cidade, uma estratégia para reconhecer Blumenau como uma marca forte. Disse ainda que o município tem ganhado mais destaque na mídia nacional, com a parceria da Rádio Nereu e da Jovem Pan, que agora levam mais notícias e informações para outras regiões. Disse que nos últimos 10 dias Blumenau se destacou no noticiário por ser uma cidade que se prepara para as intempéries climáticas e pela realização do Festival Nacional da Cerveja.

 

O vereador Carlos Wagner – Alemão (União Brasil) disse que não pôde ir à explanação sobre o Distrito de Inovação, porém mostrou um mapa e parabenizou o projeto e o trabalho de Charles Schwanke e de toda equipe envolvida. Agradeceu à secretária de Educação, Patrícia Lueders, por ter atendido a algumas demandas apresentadas pelo CEI Erica Braun, entre elas uma máquina de lavar roupas. Assinalou que os recursos em torno de R$ 270 mil de emenda parlamentar do deputado estadual Coronel Mocellin (Republicanos) já estão disponíveis para a Educação e que a liberação foi pela Portaria 159, publicada no Diário Oficial do Estado. Pediu que o líder do Governo agilize o processo para que os recursos não sejam perdidos. Comentou que na Rua Júlio Michel uma parte da área é pública e outra particular, e que pela Lei Nº 250, o poder público deve fazer a roçada e cobrar do proprietário. Disse que foi bloqueado pelo prefeito nas redes sociais porque fez críticas à situação do CEI Leonides Westarb e assegurou que vai continuar reclamando daquilo que está errado.

 

O vereador Jovino Cardoso Neto (Solidariedade) destacou duas situações na área da saúde, referentes aos hospitais Santa Isabel e Santo Antônio, que são os que recebem pacientes do SUS. Disse que o Hospital Santa Isabel aderiu à decisão da Prefeitura em ter mais um médico para atuar no Pronto-Atendimento. Quanto ao Hospital Santo Antônio, disse que parece que a instituição não quer acatar a mesma decisão. Disse que estranha muito, pois a demanda no pronto-atendimento daquele hospital é muito grande e há muita demora no atendimento. Ressaltou que conversou com o prefeito e com o secretário de Saúde para melhorar os atendimentos nos postos de saúde para aliviar o pronto-atendimento nos hospitais. Explicou que foram chamados 11 médicos, mas que ainda faltam 28 e que há uma grande dificuldade de contratação desses profissionais. Solicitou que a Comissão de Saúde da Câmara peça esclarecimentos ao Hospital Santo Antônio. Comentou sobre o processo de licitação para a pavimentação da Rua Paulo Zingel, assinalando que o prefeito anunciou que as obras começarão em breve e que também a Rua Paulo Zingel Filho deverá ser contemplada logo. Destacou a rotatória anunciada também para breve na Rua Divinópolis com a Rua dos Caçadores. Afirmou que rotatórias são importantes, mas voltou a insistir na construção de elevados em alguns pontos das cidades como forma de melhorar de fato a fluidez e a segurança do trânsito.

 

Veja Também

O vídeo completo da sessão

A galeria de fotos da sessão

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB | Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content