Menu

Deputada Luciane Carminatti destaca projetos em defesa da mulher, da criança e do adolescente

Deputada Luciane Carminatti destaca projetos em defesa da mulher, da criança e do adolescente

A deputada estadual Luciane Carminatti (PT), atualmente licenciada do cargo, esteve na sessão ordinária desta quinta-feira (19). Ela ocupou a tribuna e falou sobre os projetos de sua autoria em defesa da mulher e também das crianças, adolescentes e dos estudantes do ensino médio.

 

Disse que na Alesc preside a Comissão de Educação, Cultural e Desportos, é vice-presidente da Comissão de Finanças e Tributação e coordena a Bancada Feminina. Destacou que no ano passado a Bancada Feminina implantou o Observatório da Violência Doméstica, que agrega um comitê considerado inédito, formado pelo Governo do Estado, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas, MP de Contas, Defensoria Pública, OAB, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e UFSC. 

 

“Temos um grande desafio a enfrentar, que é o grande número de indicadores de violência contra a mulher”, assinalou, lembrando que no ano passado foram concedidas quase 20 mil medidas protetivas e registrados 55 feminicídios no estado. Destacou que em 2022 o número de feminicídios já são de 24 registros.   Argumentou que é um tema que tem trabalhado muito nos três mandatos e que é algo que precisa avançar. Afirmou que tem certeza que o parlamento de Blumenau debate muito o tema e que ele não é só de responsabilidade das mulheres. “Combater todas as formas de violência é de responsabilidade de todo ser humano”.

 

Explicou que juntamente com a deputada Marlene Fengler (PSD), é autora de um projeto de lei que trata do combate ao abuso e à violência contra crianças e adolescentes. A proposta obriga o Estado a garantir em todos os materiais didáticos a orientação para crianças e adolescentes sobre o disque denúncia contra o abuso e contra a exploração sexual.

 

Advertiu que é preciso olhar para esse tema com muito cuidado e citou o caso ocorrido em Chapecó, em que uma menina entregou um bilhete ao motorista do transporte escolar denunciando que era vítima de abuso e hoje o abusador está preso. Ressaltou que a menina enxergou sua situação em um trabalho realizado pela professora na sala de aula. “A escola tem que ser o espaço do diálogo, da cidadania e dos valores mais humanos”.

 

Falou também sobre o projeto que protocolou em 2021, que cria a bolsa de estudo para o ensino médio e que este ano foi transformado em lei pelo Governo do Estado. Disse que a proposta surgiu quando ela identificou, como representante da Alesc, em dois grupos de monitoramento do Plano Estadual de Educação, que mais de 10 mil jovens haviam deixado a escola em 2021.

 

Ressaltou que se une na luta pela boa política e pelo bom trabalho e espera que o parlamento brasileiro seja cada vez mais valorizado, porque é o espaço da divergência e da representação da sociedade. Enfatizou que está à disposição para dialogar em todas as frentes e agradeceu a acolhida da Câmara de Blumenau.

 

Veja Também

O vídeo completo da sessão

A galeria de fotos da sessão

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB | Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content