Menu

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 07/06

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 07/06

O vereador Almir Vieira (Progressistas) lembrou que o município de Capivari de Baixo vive uma situação inusitada. Os vereadores aprovaram a execução o Hino Nacional uma vez por semana nas escolas, mas a diretora de um estabelecimento decidiu adotar também o hino da Venezuela, devido ao grande número de filhos de refugiados daquele país. Disse entender a intenção, mas é preciso ficar claro que hoje eles estão vivendo no Brasil e se saíram de lá, é porque não gostavam muito do seu país. Para o vereador é preciso haver mais patriotismo e também respeito à bandeira nacional. Em outro momento, o vereador se dirigiu aos críticos do presidente da República, elogiando a decisão de reduzir a cobrança do ICMS sobre combustíveis, além de restituir valores que os governos estaduais deixarão de arrecadar até dezembro deste ano.  Para Almir Vieira, a postura do presidente mostra que está à frente de um governo sério, sem falácias, que age dentro da regularidade. O vereador considera que o presidente está preocupado com o país, mostra que sabe fazer política e está preocupado com os brasileiros. Por fim, registrou a realização do Seminário sobre Transtorno do Espectro Autista, na Câmara Municipal, no próximo dia 20 de junho, organizado pela Escola do Legislativo.

 

O vereador Ailton de Souza – Ito (PL) registrou reunião no Seterb com representantes da Associação da Rua Paulo Zingel, para discutir a readequação de linhas de ônibus. Alguns horários têm carência e o problema se arrasta desde as mudanças no transporte coletivo da cidade, assinalou o vereador.  Ito também elogiou os organizadores da Copa Vale Europeu de Futebol Sete e anunciou a realização do Brechó da Escola Christoph Augenstein, na rua Arthur Lindner, nos dias 8 e 9. Ele considerou importantes os esclarecimentos prestados na sessão de hoje (7) pelo Secretário Marcelo Lanzarin, sobre a situação da saúde em Blumenau, reforçando o desejo de que os conselhos de saúde sejam ouvidos sobre as demandas existentes. Por fim, ao comentar a chegada de novos empreendimentos habitacionais na região das Tatutibas, Ailton de Souza disse que a administração municipal precisa se antecipar para evitar problemas futuros. De acordo com o parlamentar, pelo menos 500 novos apartamentos serão construídos e o impacto na região será grande. Disse que a comunidade solicita a implantação de mais um ESF, além de novas creches. Também quer travessias elevadas na rua Jacob Ineichen, nas imediações do Cerene e ampliação dos horários de ônibus.

 

O vereador Professor Gilson de Souza (Patriota) voltou a apontar problemas no transporte coletivo, cobrando mais seriedade por parte da Blumob. O parlamentar reclamou da falta de seriedade com que a empresa trata os requerimentos encaminhados pelo Legislativo. Para ele, nas respostas enviadas à Câmara, a empresa deixa transparecer que está errada mas não quer admitir e citou como exemplo a ampliação dos horários. Outro problema diz respeito à exigência de pagamento em espécie para aquisição das passagens e recarga de cartões, além de submeter a população a longas filas expostas ao tempo na sede localizada na Rua Ceará. Ele considera inaceitável que a empresa se negue a se modernizar e oferecer mais conforto aos usuários. Professor Gilson também relatou que esteve no CEI Maike Andresen Deeke e pediu ao Executivo para melhorar a via de acesso ao estabelecimento. Ao lembrar que o mesmo problema ocorre em outras escolas e centros de educação, Professor Gilson pediu que a Secretaria de Obras faça os projetos permitindo que sejam buscados recursos em diferentes esferas de governo. 

 

O vereador Marcos da Rosa (União Brasil) disse estar percorrendo vários municípios do Estado, e tem observado a falta de conservação das estradas. Para ele não há como conceber que seja uma coisa normal, e ficar calado diante de tamanha falta de respeito com o cidadão. Marcos da Rosa disse ser comum ver motoristas de caminhão e carros pequenos com problemas, sem falar nas vítimas fatais. O vereador citou a Rodovia Dr. Pedro Zimmermann (SC-108) como exemplo de abandono pelo poder público estadual e mostrou imagens de dois policiais rodoviários estaduais despejando sacos de asfalto em alguns buracos. Para Marcos da Rosa, o gesto é simbólico mas deve ser enaltecido, porque os policiais estão fazendo muito mais do que se espera de um servidor público. Enfatizou ainda que a ação, por mais simples que possa parecer, poderia evitar um acidente com danos materiais e até uma vítima fatal. Ele disse saber que muitas obras estão sendo anunciadas e devem ser realizadas, mas faz muito tempo que a recuperação da Dr. Pedro Zimmermann está sendo solicitada.

 

O vereador Bruno Cunha (Cidadania) falou sobre a realização da Feira da Amizade, no último fim de semana, e mostrou uma foto tradicional dele com os docinhos comprados no evento. Ressaltou a importância e o sentimento de satisfação em colaborar com as entidades e causas sociais. Destacou um acidente na Rua Jacob Ineichen e disse que tem recebido muitas reclamações da comunidade porque acontecem frequentemente acidentes naquele local. Disse que já tomou as providências pedindo por melhorias na sinalização. Comentou sobre o Castramóvel e lembrou que os recursos para a castração pública de animais foram disponibilizados pelo empenho da deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania), que serão somados à parte inteirada pela prefeitura. Disse que a deputada aceitou uma reivindicação de seu mandato.  Comentou o abandono de animais e mostrou um vídeo de uma mulher, acompanhada de uma criança, abandonando filhotinhos de cachorros em um local. Apontou como o fato é lamentável e que ainda serve de mau exemplo para a criança. Afirmou que vai cobrar os procedimentos necessários para identificar a pessoa e que o fato não passe impune, porque abandono é crime. Destacou que há necessidade de mais câmeras nos locais considerados pontos tradicionais de abandono de animais.

 

O vereador Adriano Pereira (PT) voltou ao Legislativo depois de ter exercido o mandato de deputado estadual por 60 dias na Alesc. Destacou a importância do seu trabalho durante o período no parlamento estadual, considerando o período muito produtivo. Disse que plantou sementes e que colheu frutos em forma de obras, melhorias e investimentos para Blumenau. Mostrou uma reportagem da TVAL, falando de sua atuação no parlamento estadual. Lembrou o quanto é importante a representação da região na Alesc e citou as diversas ações que capitaneou em benefício de Blumenau junto ao Governo do Estado, com reuniões diretas com as secretarias. Destacou especialmente as questões relativas à área da saúde. Disse que também tratou de várias demandas das escolas estaduais. Ressaltou a alocação de recursos que, segundo ele, é algo inédito para um suplente. Explicou que conseguiu a liberação de R$ 1 milhão para drenagem e pavimentação da Rua Emil Wehmuth, na Velha GrandeDisse que foi desafiado pelo prefeito Mário Hildebrandt (Podemos) de que só o atenderia se trouxesse recursos para o município. Fez questão de fazer um vídeo dando a notícia, primeiro ao prefeito Mário e, depois, para a vice-prefeita Maria Regina (PSDB). Apontou que também articulou a liberação de emendas parlamentares, inclusive as que ainda estão disponíveis pela ex-deputada Ana Paula Lima (PT) e do ex-deputado federal Décio Lima (PT), que se a prefeitura não usar, poderá perder. Ressaltou que nesses 60 dias deu o seu melhor para Blumenau, para a região e para Santa Catarina, visitando prefeitos, conhecendo e cobrando as demandas. Afirmou que foi um grande aprendizado e que confirmou a força de um deputado estadual e o quanto ele pode fazer quando se empenha.

 

O vereador Emmanuel Tuca (Novo) comentou sobre a visita que fez ao CEI Vilson Gomes Santiago, na Vila Nova. Disse que foi um momento oportuno, porque estava chovendo e ele conseguiu ver que chovia dentro das salas de aula e nos pratos de merenda das crianças. Mostrou fotos dos problemas de infraestrutura do imóvel e afirmou que chover dentro das salas é uma situação recorrente. Disse que o telhado foi reformado em 2020, mas destacou que seria melhor ter demolido, porque agora está pior do que antes da reforma. Citou os materiais e itens que deveriam ter sido substituídos, mas que pela má qualidade do trabalho e dos materiais, percebe-se que isso não foi feito. Assinalou que é preciso cobrar da administração, da Secretaria de Educação e de Obras que exijam da empresa o reparo dessa obra malfeita e com uso indevido de dinheiro público, ao custo de R$ 150 mil.  Caso contrário, disse que vai ajudar o Executivo a encaminhar a denúncia para o Ministério Público. Voltou a defender programas para a educação de forma experimental, como as escolas charter e o cartão-gestão. Afirmou que é necessário que se encontrem respostas rápidas e que o Executivo também agilize a intervenção nas situações desfavoráveis.

 

A vereadora Giselle Chirolli (Podemos) deu a boa notícia de que Blumenau conseguiu a captação, através da Lei de Incentivo ao Imposto de Renda, de R$ 280 mil destinados ao esporte. Agradeceu as empresas doadoras e disse que elas devem servir de exemplo de apoio à Lei, que deve ser mais usada. Comentou que há duas semanas teve uma reunião importante com o secretário Municipal de Desenvolvimento Social, Alexandre Matias, para tratar da inclusão no mercado de trabalho de pessoas com deficiência. Disse que a reitora da Furb e também a diretora da Apesblu participaram da conversa. Agradeceu à vice-prefeita Maria Regina Soar (PSDB) por poder transferir as provas finais da 4ª Resistência do Skate para o Ginásio do Galegão, devido à chuva forte que cai na cidade no momento, impedido que o encerramento fosse realizado na rua. Disse que o evento aconteceu na manhã de domingo e que é uma grande admiradora do esporte. Parabenizou os organizadores da Feira da Amizade e todos os que participaram e prestigiaram o evento. Ressaltou que encontrou na feira o primeiro aluno do paradesporto, quando começou em 2011: Jefferson Cabral. Falou dos atletas do paradesporto que estão revelando Blumenau nacional e internacionalmente, como Suzana e Alexandre José, que conquistaram o ouro na Suíça. Também comentou sobre a conquistas das equipes de diversas modalidades. Disse que a equipe de bocha paraolímpica feminina conseguiu uma conquista inédita e conseguiu a vaga para as competições em Uberlândia (MG).

 

A vereadora Cristiane Loureiro (Podemos) falou sobre a sua participação no evento partidário em Canelinha, lembrando que é presidente do Podemos Mulher de Santa Catarina. Disse que o evento chamou a atenção pela participação feminina e ressaltou a importância de trazer as pautas das mulheres cada vez mais para o debate político. Comentou sobre a realização da Feira da Amizade e mostrou imagens da visita que fez aos expositores. Destacou especialmente que prestigiou todos os clubes de mães, os artesãos e que passou o sábado todo na Feira. Afirmou que a Feira da Amizade é um importante evento que movimenta a solidariedade na cidade. Disse que esteve conversando com o secretário de Turismo, Marcelo Greuel, sobre várias demandas apontadas pela comunidade em relação à área. Explicou que levou a ele também as solicitações das cooperativas de reciclagem de lixo, tendo em vista que este ano haverá a realização da Oktoberfest e que é preciso pensar no destino adequado do lixo. Ressaltou a importância do Junho Verde para a conscientização e preservação ambiental. Mostrou um folder que recebeu da Reciblu com informações e orientações importantes a respeito da reciclagem.

 

O vereador Sylvio Zimmermann (PSDB) comentou os dados do Caged, anunciados nessa segunda-feira (6), que destaca novamente Blumenau como uma das cidade do Brasil e a primeira em Santa Catarina que mais gerou empregos, com a ocupação de 5.253 postos de trabalho a mais. Em nível nacional Blumenau está em 18º lugar, porém o parlamentar explica que diante de uma conta proporcional, levando em consideração o número per capta, Blumenau fica com terceira posição no país. Disse que isso é resultado de um povo empreendedor e de um ambiente favorável ao empreendedorismo, por diversas ações do governo municipal. Destacou também os eventos que movimentaram o final de semana na cidade: a Feira da Amizade e a Festa do Divino. Sobre a Feira ressaltou que o evento prova que além de ser empreendedora e resiliente, Blumenau é também uma cidade solidária. Cumprimentou todas as entidades que prestam serviço ao próximo de forma voluntária. Destacou que a abertura da Feira da Amizade foi abrilhantada pela Banda Municipal, que neste dia 7 celebra 60 anos. Sobre a Festa do Divino, explicou que participou de um momento de grande alegria onde pôde reencontrar amigos. Disse que há 15 anos participa de um dos grupos de churrasco que trabalha na festa. Homenageou um dos amigos integrantes falecido este ano, José de Fáveri, e cumprimentou o padre Marcelo Martendal pela organização e pelo trabalho realizado para que o evento acontecesse depois de dois anos.

 

O vereador Maurício Goll (PSDB) destacou a realização da Feira da Amizade. Disse que foi com muita alegria ver os pavilhões da Vila Germânica lotados, ver sorrisos, esperança e solidariedade. Parabenizou os 44 clubes de mães, os 77 artesãos e mais de 30 entidades, bem como os apoiadores e parceiros. Em seguida falou sobre a importância do apoio ao esporte e falou novamente de dois projetos de autoria dele que tramitam na Casa legislativa. Um institui o “Julho Faixa Preta” para divulgar e conscientizar crianças e adolescentes sobre as artes marciais. O outro autoriza o Poder Executivo a adotar o Programa “Esportes sim, drogas não”, com estímulo às práticas esportivas e combate ao uso de drogas. Por fim falou ainda de sua agenda no fim de semana, em que participou também de uma feijoada na Associação dos Moradores da Rua São Bernardo, e outra no Bairro Salto do Norte.

 

A vereadora Silmara Miguel (PSD) enalteceu o trabalho realizado na Feira da Amizade. Elogiou a iniciativa do vereador Carlos Wagner Alemão (União Brasil) para a arrecadação de 1.200 bolsas de marcas famosas, que foram doadas para serem vendidas no evento. Disse que esteve com a família no evento e considerou um momento muito especial. Mostrou fotos com integrantes de algumas entidades, como a Rede Feminina de Combate ao Câncer. Disse que na segunda-feira (6) se reuniu como o secretário de Desenvolvimento Social, Alexandre Matias, e agradeceu pela forma resolutiva como tratou as demandas que ela encaminhou. Afirmou que a sua independência política a permite transitar por todos os caminhos, levando propostas e assim podendo ajudar a cidade que resolveu abraçar. Felicitou a pastora e mentora Luiza, pelo aniversário de 60 anos, celebrados nesta terça-feira (7).

 

O vereador Carlos Wagner – Alemão (União Brasil) falou sobre a realização da Feira da Amizade. Destacou a venda de mais de mil bolsas de marcas famosas que foram vendidas e cuja arrecadação de R$ 24 mil foi destinada às entidades Puro Amor e Casa Repouso José e Maria. Afirmou que a união faz a força e citou os parceiros da ação beneficente, como as lojas maçônicas e a Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul. Destacou também evento realizado pelo Rotary na Rivage, sendo que os recursos arrecadados com a venda de mais de 1.500 ingressos, cerca de R$ 60 mil, foram destinados para escolas e creches da cidade que participaram da venda dos ingressos. Parabenizou os Clubes Rotary Hermann Blumenau e Blumenau Fortaleza, organizadores do evento. Ressaltou que o médico Adilson Tadeu Machado, que a seu convite esteve na tribuna da Câmara em março de 2021, defendendo o tratamento precoce para a Covid, foi absolvido pelo Conselho Regional de Medicina. Disse que agora haverá um encontro nacional sobre Covid e o médico foi convidado a palestrar. Assinalou que devem ser respeitadas as alternativas diferentes propostas para o combate à doença. Parabenizou o vereador Adriano Pereira (PT) por encerrar seu mandato na Alesc, que assumiu por 60 dias, homenageando 25 entidades blumenauenses. Assinalou que são essas entidades que fazem um serviço direto junto aos necessitados, onde o governo não consegue chegar tão rápido. Comentou sobre a prestação de contas do Estado feita pelo secretário da Fazenda Paulo Eli, que esteve nessa segunda-feira (6) em Blumenau. Disse que Santa Catarina está de parabéns e que em dois anos o Estado conseguiu quitar R$ 2 bilhões de dívidas. Afirmou que o Governo Moisés não fez nenhum aumento do ICMS cobrado sobre os combustíveis, que há 35 anos o imposto é o mesmo, sendo 12% sobre o diesel e 25% sobre a gasolina. Disse que há um estudo para baixar o imposto sobre o combustível e também sobre a energia elétrica.  Disse que há dois anos 48% do PIB do Estado ia para folha de pagamento e que hoje reduziu para 41%. Afirmou que o Estado está muito bem se comparado com a União.

 

Veja Também

O vídeo completo da sessão

A galeria de fotos da sessão

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB | Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content