Menu

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 26/05

Resumo dos pronunciamentos dos vereadores 26/05

O vereador e líder do governo Jovino Cardoso Neto (SD) disse que acredita que a comunidade da Rua Hermann Baehr será contemplada com a pavimentação da via e uma nova ponte, pois as obras estão previstas no Plano 1000 do governo do estado e a prefeitura está se empenhando nas execuções. Comentou sobre o início das obras da rotatória da Rua Amazonas, próximo à Souza Cruz, e assinalou que muitas ações simples fazem a diferença para a comunidade. Comentou sobre o projeto de lei aprovado nesta tarde que permite que o terreno onde está construído o Complexo do Sesi volte para o município, e ressaltou a importância do esporte para a comunidade. Parabenizou os envolvidos na aprovação do projeto. Destacou que tem cobrado para que os corredores de ônibus deixem de ser tão ociosos e possam ser liberados para o fluxo de veículos. Citou o corredor da Rua Itajaí onde são registrados muitos engarrafamentos. Falou que a solução para a via, próximo ao hospital, pode ser a construção de elevado ou o compartilhamento da passarela de pedestres. Ao final, disse que está atuando para que os pisos salariais dos agentes de saúde e dos operadores das ETAs sejam revistos.

 

O vereador Carlos Wagner – Alemão (União) falou sobre a comemoração do Dia da Indústria na última quarta-feira (25) e comentou sobre o lançamento do Fórum Reinventa SC em Florianópolis. Disse que a FIESC disponibiliza relatórios com o perfil das indústrias do estado e que Santa Catarina é o segundo estado do país em termos de desenvolvimento, atrás somente de São Paulo. Em outro momento disse que a ponte no Testo Salto/Badenfurt está contemplada no Plano 1000 do Governo do Estado e irá sair do papel. Apresentou fotos de visitas que realizou a empresários da região, que estão ampliando suas atividades, mas que esbarram no problema comum de falta de mão de obra qualificada. Falou sobre a lei que instituiu a regularização fundiária na cidade e comentou sobre um loteamento que está sendo comercializado de forma irregular, pois não tem autorização da prefeitura para instalação mas possui água e energia elétrica. Mostrou uma foto de um manancial contaminado com dejetos no local. Pediu que a prefeitura dê o apoio necessário para legalizar o loteamento, pois na visão dele não adianta o fiscal ir até o local apenas multar o empreendimento que já está construído.

 

O vereador Roberto Morauer (PT) disse que somente hoje recebeu a resposta que solicitou ao ISSBLU, pelo Ofício 208, e leu o texto em que o instituto de previdência do servidor público do município dá os devidos esclarecimentos e afirma que o parcelamento da dívida, sem a consulta do Conselho de Administração do órgão, é ilegal.  Ressaltou que esse assunto ele levantou em sua primeira sessão da Câmara e que quando votou contrário ao parcelamento, assegurou que o projeto era ilegal. Reforçou que grandes projetos chegam à Casa legislativa de forma apavorante e atravessados, sendo que o voto na maioria das vezes é dado na correria. Disse que o ISSBLU vai tomar as devidas providências. Disse que hoje seria votado no Senado o veto do presidente da República às Leis de emergência cultural, Aldir Blanc 2 e Paulo Gustavo. Lembrou que a Câmara aprovou moção de apelo, de autoria dele, para derrubar o veto, em razão da importância dessas legislações para a economia do país e do estado de SC, salvando empregos no setor de produção cultural. Disse que agora novamente a votação foi transferida para dia 2 de junho. Esclareceu que essas leis não significam o repasse de dinheiro, mas que os recursos só virão para os projetos aprovados e que todo o produtor cultural tem que trabalhar muito para elaborar o projeto e também para cumprir a proposta cultural. Afirmou que não se trata de auxílio emergencial. Reforçou o convite para a comunidade e os vereadores participarem da audiência pública, que debaterá, após a sessão, a saúde do trabalhador no serviço público de Blumenau.

 

O vereador Bruno Cunha (Cidadania) destacou a sanção pelo presidente da República da “Lei Henry Borel”, que torna crime hediondo o homicídio contra menor de 14 anos e estabelece medidas protetivas específicas para crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica e familiar. Assinalou que a lei representa um grande avanço na proteção das crianças e adolescentes, inclusa no Código Penal Brasileiro. Ressaltou o orgulho que sente pelo trabalho desenvolvido pela deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania), que foi relatora. Destacou também a realização de mais uma sessão azul, ofertada no início da tarde dessa quinta-feira (26) para o público autista. Parabenizou a rede de cinemas que se sensibilizou com a causa e também a administração municipal, em especial a vice-prefeita Maria Regina Soar (PSDB), que se envolveu com ele na articulação para que a ação se realizasse.  Disse que é um projeto piloto, mas que todo o trabalho de articulação dele é para que a sessão azul seja permanente na cidade. Anunciou que dia 12 de Junho acontece mais um mutirão de castração pelo Instituto Bem Estar Animal. Ressaltou que está perto o dia em que Blumenau terá uma política pública de castração de animais, porque o Executivo está olhando com muito carinho para a questão. Disse que luta por isso desde que pisou pela primeira vez no Legislativo, como parlamentar, porque é preciso que essa ação seja permanente.

 

O vereador Almir Vieira (PP) falou de que está muito contente de receber mensagens mostrando que há pessoas acompanhando o trabalho do Poder Legislativo e dos parlamentares, assistindo a sessão e dando sugestões. Citou como exemplo a senhora Rosemari.  Assinalou que no próximo sábado (28) será celebrado o Dia Internacional da Higiene Menstrual e destacou que no ano passado a Câmara aprovou o projeto, de autoria dele, que instituiu o programa permanente de combate à pobreza menstrual e incentivo à saúde íntima feminina no município. Falou das parcerias e da campanha permanente para auxiliar as mulheres e meninas que necessitam de absorventes e outros materiais de higiene. Citou a Casa de Apoio, ressaltando que ali o material é deixado numa cesta e as mulheres pegam somente o que necessitam. Em seguida mostrou foto das obras do AG da Fortaleza e elogiou o trabalho que vem sendo realizado. Disse que acompanhou as obras durante o período em que esteve licenciado.  Destacou que recebeu algumas demandas do Centro Braille e que vai analisar os pedidos e posteriormente compartilhar as solicitações na tribuna. Comentou um problema referente ao trânsito na Rua Thomas Edson e que já levou ao Seterb para tentar achar uma solução.  

 

O vereador Maurício Goll (PSDB) comentou sobre uma demanda de falta de água que o estava ocorrendo por dois dias no CIC. Disse que entrou em contato com o gerente de Operações do Samae, Vilson, que prontamente foi ao local e resolveu o problema. Agradeceu à equipe do Samae pela rápida intervenção e solução do problema. Comentou também sobre a intervenção que ele fez junto à Celesc para que deslocasse um poste, projetado para ser colocado na saída da Ponte Rui Barbosa, em direção ao Progresso. Explicou que naquele local será feita uma obra para ampliar o raio da curva, cujos recursos já foram assegurados por emenda parlamentar e o poste iria dificultar as melhorias previstas. Agradeceu a Celesc pelo atendimento ao seu pedido, que era também de muitos comerciantes da região. Por fim pediu apoio dos parlamentares a três projetos de lei, de autoria dele, que estão tramitando na Casa: o que institui o “Julho Faixa Preta”, de conscientização e popularização de artes marciais para crianças e adolescentes; o que autoriza o município a adotar o programa de prevenção às drogas denominado “Esportes sim, drogas não”; e o que incentiva o plantio das plantas citronela e crotalárea, métodos naturais de combate à dengue no município.

 

O vereador Ailton de Souza – ITO (PL) registrou a alegria das pessoas que receberam moções pela sua contribuição ao desenvolvimento econômico e social da cidade. Citou os empresários Ricardo de Lima e Guilherme Schrammm, da empresa Protec Argamassas Especias, e Carlos Millnitz, da Eleva Química, que tem apoiado muito o esporte da cidade. O vereador registrou a recuperação da Ponte Willy Zimdars, na Vila Itoupava, elogiando o trabalho do intendente Leandro Índio e informou que o caminhão pipa voltou a circular no Distrito. Também anunciou que outro veículo será entregue em 45 dias, para ser usado na rua Ervin Manske. Em outro momento, classificou de vergonhosa a situação da 1º DP de Blumenau, fazendo apelo ao governo do estado para resolver a situação. Ele também pediu a reativação das câmeras de segurança da Vila Itoupava e reforçou pedido para recuperação da Ponte da rua Maike Andersen, agora incluída no Plano 1000. Por fim, convidou os apaixonados pelo BEC a acompanhar a estreia dia 28, no campeonato catarinense da série B contra o Tubarão. Registrou ainda a disputa no final de semana, de jogos semi-finais e finais da LBF – veterano e feminino. 

 

A vereadora Cristiane Loureiro (Podemos), iniciou a apresentação da agenda da semana, com a presença na 6ª edição do Café Solidário do Lions Clube Blumenau Integração, formado por mulheres, no Clube 25 de Julho. Também participou da entrega de tampinhas plásticas para a causa animal, arrecadadas em seu gabinete e agradeceu ao CEI Paulo Freire pela doação realizada. No Dia Nacional da Adoção (25), participou de roda de conversa alusiva à data. Ela destacou a seriedade com que a cidade de Blumenau trata o tema. No bairro Itoupavazinha, visitou o Clube de Mães Sagrado Coração de Jesus, para ver preparativos da participação na Feira da Amizade. Cristiane Loureiro também esteve no bairro Velha para ouvir solicitações de moradores e comerciantes, anotando muitas demandas e no Café Filhas da Graça da ADBLU. Por fim, informou que sábado será celebrado o Dia Internacional da Higiene Menstrual, que tem por objetivo promover a educação de meninas e mulheres, quebrando tabus em torno do assunto.

 

O vereador Professor Gilson (Patriota) relatou que esteve no Colégio Adolpho Konder acompanhando obras de substituição do telhado. Disse que os primeiros contatos em torno da reivindicação foram feitos em 2018, com o deputado Ismael dos Santos (PSD) e que agora começou a se concretizar. Vários vereadores e deputados se mobilizaram para tanto, mas a escola precisa de muitas outras melhorias. Professor Gilson também esteve no CEI Professor Anselmo Hillesheim, para acompanhar a entrega de R$ 68 mil, de emenda do deputado Ivan Naatz (PL).  Em outro momento, o vereador alertou para o estado precário das passarelas da Ponte Lauro Muller. Fala-se em reforma na ponte inteira, mas enquanto isso, é preciso fazer alguma coisa, para impedir acidentes graves, advertiu. Outra reivindicação feita pelo parlamentar diz respeito à prioridade no atendimento preferencial em Blumenau. Segundo ele, os idosos precisam ser atendidos com mais carinho, inclusive em postos de saúde, onde não existe senha preferencial.

 

Veja Também

O vídeo completo da sessão

A galeria de fotos da sessão

 


Fonte: Assessoria de Imprensa CMB | Foto: Denner Ovidio | Imprensa CMB

This is a unique website which will require a more modern browser to work!

Please upgrade today!

Skip to content